Comitiva brasileira da Câmara Federal conhece sistema operacional do trem bala coreano

ktx
A comitiva brasileira da Câmara Federal, composta por deputados membros da Comissão de Viação e Transportes, desembarcou no último sábado na Coreia do Sul e foi recebida por Daniel Súh e Keun Yang, responsáveis pelo projeto sul-coreano que deve entrar na disputa pela licitação do Trem de Alta Velocidade Brasileiro (TAV).

Os parlamentares visitam o país a convite da Embaixada da Coreia no Brasil que busca demonstrar que o trem rápido coreano, o Coreia Trem Expresso (KTX – sigla em inglês), é a melhor opção para o Brasil.
O grupo brasileiro, também composto por representantes da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e Abifer (Associação Brasileira da Indústria Ferroviária), visitou no sábado o aeroporto de Seul e em seguida o aeroporto internacional de Incheon ? que mantém o título de melhor aeroporto do mundo. O deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) comentou um dos principais pontos merecedores do título. ?O aeroporto oferece serviços com intensa agilidade e, com isso, o passageiro não sofre com o alongamento do tempo no embarque e desembarque como ocorre em nosso país?.

Segundo Macris, ainda no sábado, a comitiva vistoriou o Centro de Controle Operacional da Coreia que detém o controle de todos os trens até 300 km de distância em operação no país. ?Este é um dos maiores centros de controle mundiais que monitora, inclusive, o KTX?, acrescenta.

Conforme a programação, no domingo as autoridades brasileiras conheceram a estação do KTX em Seul. A estação ferroviária foi fundada em 1900 e 1988 foi privatizada. Em 2004 foram iniciadas as obras para construção da estação do KTX ao lado da antiga que está sendo revitalizada para comportar um museu. ?Cerca de 24,9 mil pessoas são transportadas diariamente no KTX. No sistema todo esse número chega a 100 mil ao dia?, explica o deputado. A estação de Seul comporta 14 plataformas, 60 pontos de venda de bilhetes, 54 pontos de informação, dezenas de lojas e duas grandes sala de cinema.

Nesta terça-feira, a comitiva visitou a linha Seul/Busan que é semelhante à distância entre São Paulo e Rio de Janeiro. O valor da passagem na classe econômica é de US$ 50. A linha percorre seus 408 km em 2h10 minutos. ?Com 13 km o trem atinge 300 km/hora e são necessário 6 km para desacelerar?, comenta Macris.
De acordo com o deputado, com base no sistema do KTX, os coreanos propõem ao Brasil um projeto completo que aumente o aproveitamento do potencial imobiliário e econômico agregados ao TAV.
A comitiva deverá cumprir a agenda com programação diária de visitas até a próxima sexta-feira.

Fonte: Assessoria de Imprensa  Deputado Vanderley Macris

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: