Red Bull Racing faz dobradinha no Rio e Daniel Serra vence a primeira

74025_97140_2009stockrjnextelchegadadub

A equipe dominou a sétima etapa da Copa Nextel Stock Car

Rio de Janeiro (RJ), 20/09/09 – Em dia de muito calor e casa lotada, com cerca de 42 mil pessoas no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Rio de Janeiro, a equipe Red Bull Racing (Peugeot) fez a festa na sétima etapa da Copa Nextel Stock Car. O paulista Daniel Serra venceu pela primeira vez na categoria ao completar as 31 voltas em 44min27seg171, com média horária de 139,58 km/h. A segunda colocação ficou com o bicampeão Cacá Bueno, 44min28seg532, enquanto Ricardo Maurício, atual campeão da disputa, da Eurofarma RC (Chevrolet), terminou em terceiro lugar, 44min30seg555.

Além de festejar a dobradinha, a equipe ainda garantiu o primeiro lugar de Cacá na Super Final, e a entrada de Daniel no grupo dos dez que lutam pelo direito a seguir na disputa do título. Por falar em Super Final, a definição será na oitava etapa, marcada para o dia 4 de outubro, no Autódromo Internacional de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A etapa foi marcada pelo forte calor. Na largada, na verdade relargada, pois o diretor de prova anulou a primeira em razão do posicionamento dos pilotos no grid, Allan Khodair, da Full Time Sports (Peugeot), pulou para a ponta, deixando Cacá e Daniel para trás. O bom rendimento fez com que ele abrisse boa vantagem dos demais, até o início do pits top. Allan fez sua parada e, logo depois, teve problemas com o limitador de velocidade, tendo que abandonar a prova.

Melhor para os pilotos da Red Bull Racing, que foram para a frente e conseguiram segurar os ataques dos adversários. Daniel seguiu na ponta e teve tranquilidade para levar seu carro até o final e garantir sua primeira vitória na categoria. Aliás, com o resultado, a temporada aumentou para sete o número de vencedores, sem repetir nenhum até agora.

Emocionado com o resultado, especialmente depois de ter sido abraçado pelo pai, Chico Serra, tricampeão da Stock Car, Daniel destacou o calor e o bom trabalho da equipe. “O Rio é sempre muito difícil e, por conta do calor e da pista, o desgaste dos pneus é altíssimo. O nosso pit stop foi bem rápido, o que contribuiu para a vitória de hoje.” Afirmou.

O vencedor ainda disse que sente orgulho de correr ao lado do pai. “Sinto muito orgulho de poder correr na mesma categoria que meu pai. Melhor que a vitória de hoje será subir no pódio com ele e tenho certeza que isso irá acontecer ainda. Agora é trabalhar bem na próxima etapa e entrar na Super Final”, encerrou.

O segundo colocado, Cacá Bueno, também tinha muito a comemorar. Afinal, garantiu a primeira colocação na próxima etapa e aumentou os pontos de bônus. Mesmo assim, ele saiu chateado com o pit realizado pela equipe. “Meu pit stop foi desastroso. Enquanto outros pilotos demoraram cerca de seis segundos na parada, eu perdi 12 segundos. Esta já é a segunda corrida que eu jogo fora por conta dos erros de pit stop”, desabafou Cacá, que ainda teve problemas com o volante quebrado, o que o deixou sem o comando de rádio e acionador de nitro.

A necessidade de pontuar, após duas etapas ruins, determinaram a postura de Ricardo Maurício no Rio de Janeiro. “Estávamos precisando pontuar muito na corrida de hoje para garantir uma vaga na Super Final. Esse 3ª lugar representa uma vitória importante, depois de muitas corridas frustrantes”, afirmou.

Resultado da sétima etapa da Copa Nextel Stock Car:

1º) 29 – Daniel Serra (Peugeot, SP), 31 voltas em 44:27.171 (média de 139,58 km/h)
2º) 0 – Cacá Bueno (Peugeot , RJ), a 1.360
3º) 90 – Ricardo Mauricio (Chevrolet , SP), a 3.383
4º) 51 – Atila Abreu (Chevrolet , SP), a 9.982
5º) 80 – Marcos Gomes (Chevrolet , SP), a 11.476
6º) 99 – Xandinho Negrão (Chevrolet , SP), a 15.613
7º) 21 – Thiago Camilo (Chevrolet , SP), a 15.950
8º) 77 – Valdeno Brito (Peugeot , PB), a 16.363
9º) 65 – Max Wilson (Chevrolet, SP), a 16.904
10º) 10 – Ricardo Zonta (Peugeot , PR), a 28.558
11º) 11 – Nonô Figueiredo (Chevrolet , SP), a 31.727
12º) 23 – Duda Pamplona (Chevrolet , RJ), a 35.250
13º) 14 – Luciano Burti (Chevrolet , SP), a 36.679
14º) 55 – Paulo Salustiano (Chevrolet , SP), a 38.347
15º) 35 – David Muffato (Peugeot , PR), a 44.940
16º) 33 – Felipe Maluhy (Peugeot, SP), a 46.139
17º) 15 – Antonio Jorge Neto (Peugeot , SP), a 46.712
18º) 6 – Alceu Feldmann (Chevrolet , PR), a 50.809
19º) 3 – Chico Serra (Peugeot , SP), a 58.398
20º) 74 – Popó Bueno (Chevrolet , RJ), a 1:10.873
21º) 31 – William Starostik (Chevrolet , PR), a 1:20.823
22º) 7 – Thiago Marques (Peugeot , PR), a 1 volta
23º) 63 – Lico Kaesemodel (Chevrolet , PR), a 1 volta
24º) 27 – Guto Negrão (Peugeot , SP), a 1 volta
25º) 9 – Giuliano Losacco (Peugeot , SP), a 12 voltas
26º) 18 – Allam Khodair (Peugeot , SP), a 12 voltas
27º) 20 – Ricardo Sperafico (Peugeot , PR), a 30 voltas

www.stockcar.com.br

www.speedcal.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: