Archive for 7 de janeiro de 2009

Moto Clube Cachorrão faz evento beneficente

janeiro 7, 2009

Encontro de motociclistas tem público estimado de 10 000 pessoas

mccachorrao_1_138x88
Nos próximos dias 30, 31 de janeiro e 1 de fevereiro, o Moto Clube Cachorrão, de Guarulhos, SP, comemora o seu 5º aniversário em grande estilo. Com o objetivo de entreter as pessoas e arrecadar alimentos, o encontro contará com expositores, shows, concessionárias de motos, praça de alimentação, camping e shows de música.

Uma das principais apresentações será a do cantor Marcelo Nova, que tocará os seus clássicos. A entrada pode ser obtida com 2 kg de alimentos ou pagando R$ 3 no dia da festa, que ocorrerá no Centro Internacional de Eventos (antiga Philips), no km 225 da Rodovia Presidente Dutra, sentido Rio de Janeiro, em Guarulhos.

A expectativa dos organizadores é que cerca de 10 000 pessoas participem do encontro. Para mais informações acesse http://www.mccachorrao.com.br.

fonte: Terra

Anúncios

Vídeo do dia: Nazareth – Love Hurts

janeiro 7, 2009

Vídeo do maior sucesso no Brasil do grupo escocês Nazareth, a balada “Love Hurts”.

Arte para crescer – A Saint-Gobain Canalização investe em projetos de formação musical para crianças e adolescentes carentes

janeiro 7, 2009

Dando continuidade a política de investimento em projetos de formação de crianças e adolescentes, a Saint-Gobain Canalização, que já contribui com o projeto Música nas Escolas,  passa agora a colaborar também com o Dança e Magia, foram  100 mil reais destinados para cada um dos programas em 2008.
Os projetos têm como objetivo oferecer formação em música e dança, respectivamente, para jovens estudantes da rede municipal e estadual de ensino de Barra Mansa, Rio de Janeiro.
 
A Associação de Amigos do Ballet de Câmara de Barra Mansa, por meio do projeto “Dança e Magia”, oferece aulas de dança clássica para crianças das escolas municipais e estaduais da cidade, com idade de 6 a 18 anos. As aulas são gratuitas e os 200 alunos (meninos e meninas) também recebem uniformes.
Segundo os coordenadores do projeto, há pouca desistência por parte dos jovens. Mais do que tornar acessível a dança às classes desfavorecidas a iniciativa pretende formar bailarinos profissionais de qualidade.
 
Já o Música nas Escolas teve início em 2003, quando atendia 300 alunos; hoje são 5 mil jovens contemplados. A musicalização infantil é oferecida por meio de “brincadeiras” com os instrumentos e notas. Mais tarde eles começam a manusear os instrumentos, executando algumas canções, e com o tempo se tornam jovens músicos prontos para ingressar no mercado de trabalho.
 
Por acreditar no poder restaurador da arte na vida das pessoas, a Saint-Gobain Canalização contribui com esses trabalhos. “O patrocínio oferecido por empresas privadas como a Saint-Gobain Canalização é fundamental para o crescimento do projeto”, explica Vantoil de Souza, coordenador do Música nas Escolas.
 
 
Sobre o grupo Saint-Gobain:
O grupo Saint-Gobain atua no Brasil há 70 anos e produz soluções inovadoras para diversos segmentos, sendo responsável por marcas como Quatzolit Weber, Brasilit, e Santa Marina. Atualmente, o grupo é composto por 13 empresas, com 45 unidades industriais, 9 sítios de mineração, além de 25 lojas de materiais de construção. O mercado de saneamento é atendido pela Saint-Gobain Canalização, com tubos de ferro fundido dúctil para adução de água, válvulas e equipamentos de alta durabilidade. 
 
Informações:
Adriana Ferreira / Mauro Rocha
Ecco – Escritório de Consultoria e Comunicação Ltda.
Tel/Fax: (11) 5506-1144 – 9177-7113

Marcelo Médici em Cada Um Com Seus Pobrema no Teatro Shopping Frei Caneca – de 13 de janeiro à 31 de março

janeiro 7, 2009

CADA UM COM SEUS POBREMA
 
A comédia solo de Marcelo Médici retorna a São Paulo
 
Mais de 150 mil espectadores já assistiram a um dos maiores sucessos do teatro brasileiro
 
A partir de 13 de janeiro em curta temporada no Teatro Shopping Frei Canecaclip_image001
 clip_image002
  clip_image003
 
 Cada Um Com Seus Pobrema é uma das produções teatrais de maior sucesso de crítica e público no Brasil desde que estreou em São Paulo em 2004. Desde então, a peça escrita e interpretada por Marcelo Médici, já foi vista por mais de 150 mil espectadores em diversas cidades do pais. A partir de 13 de janeiro de 2009, Marcelo Médici retorna a São Paulo, onde tudo começou, para mais uma curta temporada no Teatro Shopping Frei Caneca, com apresentações às terças e quartas feiras, às 21h, até 31 de março. O site da produção é www.cadaumcomseuspobrema.com.br
 
Assim, nesses três meses que abrem o novo ano, Médici permanecerá cinco dias por semana em cartaz no Frei Caneca, pois seguirá de sexta a domingo com a temporada de O Mistério de Irma Vap, dirigida por Marília Pêra, em que divide o palco com Cássio Scapin.
 
Cada Um Com Seus Pobrema é dirigido por Ricardo Rathsam, que também colaborou com Marcelo Médici na redação do texto, tem cenários e figurinos de Kleber Montanheiro, iluminação de Adriano Tosta, trilha sonora de Tunica Teixeira e direção de produção de Giuliano Ricca. Uma realização de Henriqueta Produções e M&G Ricca Produções.
 
Além do aplauso do público e da crítica, o trabalho de Marcelo Médici tem sido alvo de diversas recentes premiações: Paulistano do Ano na categoria Ator pela revista Veja SP; Personalidade Teatral do Ano pela revista Isto É Gente; Melhor Ator Teatral em Comédia (Irmã Vap) no Prêmio Qualidade Brasil 2008.
 
Cada Um Com Seus Pobrema – breve história
         
Inicialmente produzido para ficar dois meses em cartaz no Teatro Crowne Plaza, a peça teve sua temporada constantemente prorrogada até completar um ano, sempre com lotação esgotada. Em janeiro de 2006, o espetáculo entrou em cartaz no Teatro do Leblon, no Rio de Janeiro, onde fez sua temporada com grande sucesso até o fim de junho. De volta a São Paulo, o espetáculo teve seus ingressos esgotados com três meses de antecedência em duas temporadas, 2006 e 2007. A partir daí, sempre casa cheia em diversas cidades (em algumas delas, mais de uma vez): Porto Alegre, Belo Horizonte, Ribeirão Preto, Brasília, Guarulhos, São José dos Campos, Campo Grande, Vitória, Salvador, Campinas, Sorocaba, Curitiba.
 
Nesta comédia-solo o ator e autor Marcelo Médici interpreta nove personagens hilários e surpreende com sua agilidade e talento de mudar radicalmente de expressão e voz. Com uma linguagem moderna, humor inteligente e veloz, o espetáculo contagia o público, levando-o as gargalhadas do início ao fim.
 
No enredo o personagem central é um ator de teatro que ao desistir de fazer sua apresentação começa a falar sobre sua própria vida. Surgem então os demais personagens, todos politicamente incorretos, comentando e criticando com muito humor várias situações do cotidiano garantindo a contemporaneidade do texto e causando uma identificação imediata no público.
 
A direção de Ricardo Rathsam privilegia a brilhante capacidade de improvisação do ator, dando uma característica única a cada apresentação, enquanto que o figurino assinado por Kleber Montanheiro se transforma conforme mudam as personagens, mantendo o ritmo dinâmico do espetáculo.

O ATOR
 
Marcelo Médici, ator, autor e diretor, Marcelo Médici começou a carreira aos 16 anos e teve parte de sua formação no CPT (Centro de Pesquisas Teatrais), dirigido por Antunes Filho, e no Teatro Escola Célia Helena. Participou de mais de 25 espetáculos teatrais, nos quais foi dirigido por Carla Camurati, Jorge Takla, Bibi Ferreira e Gerald Thomas, entre outros.
 
Alguns de seus personagens apresentados no espetáculo “Cada Um Com Seus Pobrema” já haviam sido testados pelo ator. Foi o primeiro colocado do Prêmio Multishow do Bom Humor Brasileiro, em estilo stand-up comedy com o personagem Sanderson. Mais tarde permaneceu por um ano no elenco do espetáculo Terça Insana, onde criou mais de quinze personagens como o “Último Mico-Leão-Dourado do Mundo”, “Smurfete”, entre outros.
 
FICHA TÉCNICA – CADA UM COM SEUS POBREMA – Texto: Marcelo Médici / Colaboração: Ricardo Rathsam / Direção: Ricardo Rathsam / Assistente de Direção: Paula Cohen / Elenco: Marcelo Médici / Cenário e Figurino: Kleber Montanheiro / Assistente de Figurinos: Veridiana Toledo / Iluminação: Adriano Tosta / Arranjo Musical: Plínio Campos / Programação Visual: Laburdza / Trilha Sonora: Tunica Teixeira / Locução de Abertura: Paula Cohen / Contra-Regra: Tadeu Tosta / Operador de Luz: Adriano Tosta / Operador de Luz: André Luis Omote / Administração Financeira: Argemiro Meirelles / Produção Executiva: Carmem Oliveira / Administração: M&G Ricca / Direção de Produção: Giuliano Ricca / Realização: M&G Ricca e Henriqueta Produções
 
CADA UM COM SEUS POBREMA – Serviço
 
Local: Teatro Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 569 – 6º Andar)
 
Horários: Terças e Quartas, às 21h
 
Temporada: De 13/01/2009 à 31/03/2009 
 
Preços: R$50,00 (inteira) / R$ 25,00 (meia)
 
Duração: 110 minutos
 
Lotação: 600 lugares
 
Classificação Etária: 12 anos
 
Horário de funcionamento da bilheteria: terça à quinta, no 6º andar, das 13h às 19h; de sexta a domingo, no 6º andar, das 13h até o início dos espetáculos.
 
Vendas:         (11) 3472-2229 e 3472-2230 / Call-Center: (11) 2163-2000
Vendas On line: www.ingressorapido.com.br
 
Grupos:          (11) 3472-2226 
 
Patrocínio: Porto Seguro
 
Transportadora oficial: Gol
 
Apoios: Shopping Frei Caneca / New York City / Gráfica Yangraf
 
Promoção: Rede Globo
 
Realização: Henriqueta Produções e M&G Ricca Produções
 
Assessoria de imprensa:            

Manoel Carlos Jr. 

Luciana Lamanna 
Daniela Oliveira

Gilberto Ramalho, presidente da Intermarine, morre em acidente

janeiro 7, 2009

 

Empresário vinha de Parati para o interior de São Paulo quando o helicóptero em que voava explodiu pouco antes do pouso

Revista Náutica/Reprodução
O empresário Gilberto Ramalho

Gilberto Ramalho, dono da Intermarine, morreu nesta segunda-feira depois que o helicóptero modelo Agusta A-19 em que viajava explodiu quando o piloto se preparava para pousar. Outras cinco pessoas estavam na aeronave no momento do acidente. Piloto e copiloto foram levados para um hospital do município com ferimentos graves. A mulher, a filha do empresário e uma amiga dela sofreram ferimentos leves segundo informações publicadas pelo portal G1.

Gilberto Ramalho estava em Angra dos Reis e saiu com o helicópetro de Parati por volta das 15h30 desta segunda-feira, com destino a Itupeva, a 73km de São Paulo. O acidente aconteceu por volta das 17h, quando o piloto já se preparava para o pouso. A aeronave explodiu a cerca de 20 metros do solo e pegou fogo. Os ocupantes do helicóptero conseguiram sair, mas o empresário ficou preso nas ferragens e morreu carbonizado.

À frente da Intermarine, Gilberto Ramalho fez história na indústria de lazer náutico do Brasil. Desde 1973, o estaleiro já comercializou mais de 5000 embarcações, e tornou-se referência em lanchas de alto padrão no Brasil. Com licença para construir no Brasil embarcações do renomado estaleiro italiano Azimut Yachts, a Intermarine fez seu próprio padrão de qualidade, com uma ampla linha de embarcações, de 38 a 98 pés e representantes espalhados por todo Brasil.

Empresário visionário
Gilberto Ramalho foi um empresário visionário, cujo espírito empreendedor balizou a indústria náutica brasileira por três décadas. Além de timonear a Intermarine, o maior estaleiro brasileiro, Gilberto Ramalho participou de corridas de lanchas offshore e patrocinou rallies náuticos. A Intermarine, na mão de Gilberto Ramalho, foi responsável pela expansão do segmento das lanchas offshore no Brasil. Alguns dos modelos clássicos que a Intermarine já produziu foram a Panther 33, Cigarette 36, Oceanic 32 e, mais recentemente, a Intermarine 580 Full.

A Oceanic 32, inclusive, junto com a Oceanic 53, foi a primeira lancha apresentada por Náutica como teste. E depois delas seguiram-se muitas mais, totalizando 25 lanchas Intermarine já testadas por Náutica, quase uma por ano, além de várias inserções na seção Novos Barcos e lançamentos de lanchas nas matérias de boat shows. A Intermarine deu uma grande guinada quando se associou ao grupo italiano Azimut e balizou a indústria náutica nacional com o lançamento desta marca, que começou com a Intermarine 500 Full. O próprio termo Full, que designa um barco totalmente equipado, foi criado por Gilberto Ramalho na indústria náutica.

fonte: Revista Naútica