Leilão : Yuki de Romero Britto enaltece Leilão beneficente

yuki-romero
(Romero Britto, inspirado na união e respeito existente entre Brasil e Japão, pinta boneco monumental e abrilhanta leilão beneficente em São Paulo)

No dia 27 de novembro, será realizado às 19h, na Galeria Romero Britto, o Leilão beneficente com bonecos Yuki da exposição Toy Art. Os bonecos monumentais, que ficaram expostos na cidade de São Paulo, em comemoração ao Centenário da Imigração Japonesa, foram customizados por 25 dos grandes artistas e celebridades do nosso País.

Portanto, o consagrado e respeitado artista plástico, Romero Britto, não poderia deixar de abraçar uma causa tão nobre. Até porque, ao longo desses anos, Romero dedica seu talento, sua arte e sua energia a muitas causas filantrópicas. Usa sua capacidade e influência, oferecendo oportunidades de arrecadação de fundos importantes e respeitáveis organizações em vários países, principalmente, aqui no Brasil. Lembrando ainda que, cada artista confeccionou o seu boneco como quis e, o experiente pernambucano, há mais de 30 anos atuando no meio, inspirou-se na união e respeito entre o Brasil e o Japão ao tempo em que se sentiu muito feliz em comemorar a amizade e integração existente.

Toda verba arrecadada será em prol a ações junto ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), através da Casa Hope, Fundação Abrinq e Fundação Xuxa Meneghel. Os “Yukis”, como são chamados, bonecos de 1,8 metro de altura, foram criados pelo designer de brinquedos e idealizador do evento, Wilson Iguti, a partir de influências do toy art.

Serviço:
Tema: Leilão dos bonecos Yuki
Local: Galeria Romero Britto;
End.: R. Oscar Freire, 562 – Jardins – São Paulo/SP.
Data: 27 de novembro
Horário: 19h
Tel.: 11 3062 7350
Entrada: Somente para convidados
http://www.romerobritto.com.br

PARTICIPANTES DO JAPÃO BRASIL PARADE

1 – Mauricio de Sousa (quadrinista);

2 – Xuxa e fundação (apresentadora e meninos da fundação xuxa meneghel);

3 – João Armentano (arquiteto);

4 – Yugo Mabe  (artista plástico);

5 – Edgar Dente (arquiteto);

6 – Spacca (chargista);

7 – Carvall (chargista);

8 – Binho (grafiteiro);

9 – Nina (grafiteira);

10 – Ana Maria Braga (apresentadora de tv);

11 – Gustavo Rosa (artista plástico);

12 – Sabrina Sato (apresentadora de tv);

13 – Yudi Tamashiro (apresentador de tv infantil);

14 – Romero Britto (artista plástico);

15 – Iguti (artista plástico);

16 – Jal (cartunista);

17 – Petra (artista plástica);

18 – Nunca (grafiteiro);

19 – Maria Candida (apresentadora de tv);

20 – Titi Freak (grafiteiro nikkey);

21 – Renata Maranhão (apresentadora de telejornal);

22 – Alex Cici (empresário);

23 – Speto (customizado no programa do Gugu).

Sobre Romero Britto:

Nascido no Recife, Pernambuco, em 06 de outubro de 1963, no Brasil, aos oito anos começou a mostrar interesse e talento pelas artes. Com muita imaginação e criatividade, pintava em sucatas, papelão e jornal. Sua família o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe livros de arte para estudar. “Eu ficava sentado e copiava Tolouse e outros mestres dos livros, por dias e dias.”

Aos 14 anos fez sua primeira exibição pública e vendeu seu primeiro quadro à Organização dos Estados Americanos. Embora encorajado por este sucesso precoce, as circunstâncias modestas de sua vida o motivaram a estabelecer metas e a criar seu próprio futuro. “Na condição de criança pobre no Brasil, tive contato com o lado mais sombrio da humanidade. Como resultado, passei a pintar para trazer luz e cor para minha vida.”

Freqüentou escolas públicas, recebeu bolsa de estudos para uma escola preparatória e aos 17 anos entrou para a Universidade Católica de Pernambuco, no curso de Direito. Viajou para a Europa para visitar lugares novos e ver a arte que só conhecia nos livros. Durante um ano pintou e exibiu seus trabalhos em vários países como Espanha, Inglaterra, Alemanha e outros. Quando retornou ao Brasil, seu desejo de ter contato com o mundo ficou ainda mais forte, queria continuar a viajar e mostrar sua arte. Com isso, desistiu do curso de Direito e decidiu ir visitar um amigo de infância, Leonardo Conte, que estava estudando inglês em Miami, nos Estados Unidos. Lá se deu conta que tinha muita empatia com o ritmo acelerado do “american way of life”. A diversa paisagem cultural e a beleza tropical o fizeram lembrar do Brasil. Fez de Miami, então, sua residência permanente.

Trabalhou como atendente em lanchonete e lava-rápido, como ajudante de jardineiro e caixa de loja. Durante esse percurso, ele fez muitas amizades e através desses amigos conheceu Cheryl Ann com quem se casou e teve um filho, Brendan Britto.

Durante o processo de busca de uma galeria onde pudesse expor sua arte, Romero começou a mostrar seu trabalho nas calçadas de Coconut Grove, na Flórida. Depois chegou até a Steiner Gallery, em Bal Harbour, também na Flórida. Nesse período, Romero iniciou uma parceria com uma loja que vendia móveis artísticos em Coral Gables,Coconut Grove e Bayside Marketplace, em Miami. Estas lojas começaram a vender suas obras. Sr. Mato, o dono das lojas, ficou tão entusiasmado com as vendas das obras do jovem Romero que decidiu assinar um contrato de aluguel de curto prazo, no então famoso Mayfair Shops, em Coconut Grove. O local a ser alugado era anteriormente um salão de beleza e o Sr. Mato decidiu não renovar o contrato, de tal modo que as obras de Romero Britto foram sendo mostradas entre os equipamentos do salão. Assim se formou o estúdio de Romero. O Sr. Mato deu ao artista a oportunidade de manter a loja até o termino do período de locação. Após o encerramento desse período de 4 meses, Romero assumiu a locação e manteve seu estúdio em Mayfair Shops por 6 anos.

Foi no estúdio de Mayfair que Michael Roux, então Diretor Presidente da Absolut Vodka, convidou Romero para criar uma pintura para ser usada em uma nova campanha publicitária da vodka. Trabalharam nesta campanha artistas pop muito conhecidos e conceituados como Andy Warhol, Keith Haring, Kenny Scharf e Ed Ruscha.

Romero Britto foi o quinto artista a ser contratado pela Absolut Vodka. Os anúncios publicitários apareceram nas mais importantes revistas da América. Foram 62 publicações nos Estados Unidos. Essas publicações foram distribuídas ao redor do mundo muito rápido e foram vistas por milhares de pessoas.

Seguindo a trajetória da Absolut, empresas de renome como a Grand Manier, Pepsi Cola, Disney, IBM, Volvo, BMW, e outras interessadas em cultura popular passaram a incorporar as pinturas de Romero Britto em seus projetos especiais.

Ao longo desses anos, Romero tem dedicado seu talento, sua arte e sua energia a muitas causas filantrópicas. Usando sua capacidade e influência, oferece oportunidades de arrecadação de fundos para importantes e respeitáveis organizações em vários países.

Sobre a Galeria Romero Britto:

Dez anos após inaugurar sua Galeria e Estúdio em Miami, e fazer fama nos Estados Unidos e no mundo, Romero Britto, o mais pop dos artistas plásticos brasileiros, em 2001, inaugura uma filial no Brasil, a Galeria Romero Brito.

Localizada na Rua Oscar Freire, 562 – Jardins, a Galeria tem uma área de 176m² no salão principal e um salão secundário medindo 60m², com o design do arquiteto João Armentano, é simples, basicamente toda em branco, para não brigar com a mistura de cores fortes e alegres do artista, definida por críticos de arte como “neocubismo pop”.

Além dos originais, serigrafias, giclees e esculturas, a Galeria tem objetos de arte colecionáveis a venda com preços mais acessíveis como pôsteres, cadernos, cartões, louças, perfumes, latas, relógios e livros.

A equipe dos profissionais da Galeria Romero Brito passa por um treinamento, onde aprendem tudo sobre a história e as obras de Romero Britto.

Em uma das paredes do espaço há um painel com fotos de Romero acompanhado de várias personalidades como Bill Clinton, Elton John, Witney Houston e Carlos Santana. O nosso Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex- Presidente Fernando Henrique Cardoso, Madonna, Michael Jackson e a Rainha Silvia, da Suécia, além de Marco Maciel, Jarbas Vasconcelos, Parreira, Ronaldo Fenômeno, Luciano Szafir, Ivo Pitanguy, Ana Maria Braga, Marília Pêra, Glória Maria, Adriane Galisteu, a família Safra, a família do saudoso Roberto Marinho, todos colecionadores, entre outros.

Próximo a algumas obras, uma montagem com seis selos sobre educação, criados para a Organização das Nações Unidas (ONU), ficam em redomas de vidro sobre aparadores com matérias de jornais e revistas repercutindo o assunto.

Assunto este, que sempre foi muito importante na vida do artista. Tanto que o inspirou a abrir a Galeria Romero Brito duas vezes por semana para visitação de ONG’s, escolas do governo e particulares, proporcionando as crianças carentes e aos alunos do ensino médio, jovens de 4 a 15 anos, uma aproximação tanto com a cultura quanto com a história de vida de sucesso do artista plástico.

A idéia de abrir uma galeria no Brasil nasceu em 1998, quando Romero fez duas grandes exposições em São Paulo e no Rio de Janeiro – “O Pop de Romero Britto” e “Flying Fish & Brito Central”, respectivamente. Hoje, a Galeria Romero Brito democratizou a arte do artista pop internacionalmente aclamado, Britto, mostra ao público a história completa de sua vida e trabalho, além de ter se tornado um pólo de eventos, pois permite que novos talentos exponham suas obras freqüentemente em seu espaço, abrindo espaço para empresas que desejam realizar comemorações.

Kennya Amorim
Live Comunicação

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: