AC/DC na capa da BLITZ #29

 

 

 Oito anos depois do último disco, os AC/DC estão de volta aos discos. Black Ice já entrou directamente para o primeiro lugar do top inglês e não deverá demorar a fazer igual mossa um pouco por todo o mundo.

A BLITZ não fez por menos e voou até Düsseldorf, na Alemanha, onde José Miguel Rodrigues confirmou que ANGUS YOUNG , fundador e guitarrista inconfundível dos AC/DC, continua igual a si mesmo.

Ao longo de uma longa e reveladora conversa, o músico australiano partilha as histórias e os percalços que fazem dos AC/DC um dos maiores grupos de rock de todo o sempre. Paragem obrigatória, também, na breve resenha do hard-rock desenhada para este artigo por Rui Miguel Abreu, e para a colecção de factos e curiosidades sobre os AC/DC que lhe apresentamos no artigo de capa deste mês.

Quem também trata a guitarra eléctrica por tu é KIRK HAMMETT , guitarrista dos METALLICA , que este mês confessa, em entrevista, que em casa gosta é de ouvir bossa nova. E que gravou o solo de “Enter Sandman” numa cassete às tantas da madrugada e nunca mais pensou nisso. Ah, valente.

As guitarras são as grandes heroínas desta edição: o jogo GUITAR HERO está quase a chegar às lojas e a BLITZ quis testar a jogatana com gente que percebe do assunto. Marta F. Reis pôs dois Pontos Negros (Jónatas Pires e Filipe Sousa), um Vicious Five (Bruno Cardoso), um Rádio Macau (Alex Cortez) e um faz-tudo (Fred, baterista de uma imensidão de bandas portuguesas) a explorar o jogo que, daqui a nada, aterrará debaixo de muitos pinheiros de Natal. “Podia sair daqui uma super-banda!”, comentou, entusiasmado, Filipe Sousa.

Têm feito a guitarra chorar baixinho, e mais alto também, ao longo dos últimos 15 anos. Em 2008, os OASIS estão de volta com um álbum inspirado e Mário Lopes analisa, de lupa em punho, este fenómeno que é tão brit, e tão universal, como o futebol.

À semelhança dos manos Gallagher, os KILLERS querem conquistar o mundo. A BLITZ esteve em Londres para entrevistar a banda de “Mr. Brightside” e veio convencida da grandeza dos seus planos. Será que o futuro da pop de estádios aos Killers pertence?

(Ainda) não actua em estádios mas já pôs o Sudoeste em silêncio. CAMANÉ é um dos entrevistados de luxo da BLITZ deste mês, respondendo a todas as perguntas com a serenidade e o rigor da sua música. Uma pista: ele adora os Radiohead.

Era o mais discreto dos músicos dos PINK FLOYD , mas o seu talento marcou todos aqueles que se apaixonaram pela música dos ingleses. RICK WRIGHT faleceu em Setembro e Rui Miguel Abreu recorda, no Retrovisor desta edição, o seu imaculado trajecto na música.

 

 

Tags: ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: